Médico autônomo, clt ou pessoa jurídica?

O CNPJ compensa para todas as áreas? Se você é
médico autônomo e está necessitando de um
CNPJ, porém não sabe se é vantajoso ou não
acompanhe nosso artigo para aprender mais
sobre o tema e não ser penalizado pelo Fisco.  

Vale a pena abrir empresa? 

Após a formação, muitos médicos possuem a dúvida se é melhor ser pessoa física ou jurídica, afinal, sabemos que somente com relação à alíquota dos honorários médicos apresenta uma diferença expressiva,  também é importante observar que o imposto de renda pessoa física apresenta uma tabela progressiva de 7,5% até 27,5%. 
 Neste caso, se o médico possui um CNPJ, os impostos poderão ficar bem mais econômicos, o que proporciona uma grande economia no final do mês. Também não podemos nos esquecer que existem duas tributações mais utilizadas que são Lucro Presumido e Simples Nacional.  
 O Simples Nacional é o modelo mais utilizado em todo o Brasil, seu imposto começa a ser recolhido em 7,5%, para saber se o médico se enquadra no Simples Nacional é necessário analisar o Fator R.  

O que é mais vantajoso CLT ou pessoa jurídica? 

O CNPJ além de proporcionar alíquota mais barata, poderá trazer
outros benefícios aos médicos autônomos, mostraremos uma pequena
lista de benefícios abaixo: 

1º Flexibilidade no faturamento  

Podemos perceber que existe uma flexibilidade no faturamento bruto e líquido quando o médico decide prestar serviços, este é um dos primeiros fatores que deverão ser levados em consideração na hora de optar pelo CNPJ.  

2º Conta com apoio de contabilidade própria ou terceirizada 

Um médico com CNPJ poderá fazer a própria contabilidade ou se preferir poderá contratar os serviços de nossa equipe para otimizar os processos do dia a dia. Uma equipe de contabilidade poderá apurar os impostos a serem declarados com mais facilidade, evitando erros na hora de enviar pelo sistema da Receita Federal.  

3º Maiores chances de ser contratado  

Diversas empresas do ramo da saúde, por exemplo, consultórios, clínicas médicas e hospitais, costumam contratar médicos com mais frequência devido a facilidade de contratação.  

4º Economia  

Se o médico autônomo fosse recolher impostos como pessoa física, o valor a ser pago seria bem mais elevado, por isso, neste sentido o CNPJ proporciona uma grande economia.  

5º Aquisição de melhores taxas

Na hora de adquirir empréstimos para a ampliação do consultório ou para abrir uma clínica, é possível obter as melhores ofertas devido ao fato de apresentar um CNPJ.  

Quais impostos deve pagar o médico que é PJ? 

O médico deverá emitir notas fiscais para pessoa física e pacientes diretos, além disso, se ele for PJ também tem que recolher os seguintes impostos abaixo: 

DAS  

DAS  

Está incluído dentro do Simples Nacional, se refere à uma guia única onde são recolhidos os impostos: IRPJ, CSLL, PIS, COFINS, CPP, ISS, ICMS e IPI.  

INSS  

INSS  

Para quem exerce atividades de medicina dentro do Simples Nacional, o recolhimento do INSS é realizado por fora da DAS, além de possuir uma alíquota de 11% sobre o teto total que permite o desconto máximo de R$ 707,69.  

IRRF  

IRRF  

Acaba incidindo sobre o pró-labore do sócio, que é um valor de retirada obrigatória, para saber qual o valor exato que será descontado, é necessário observar a tabela do IRPF.  

É importante ficar atento, pois na tributação como autônomo o desconto poderá chegar a 27,8% no entanto, é fundamental consultar a tabela do tributo para não errar o cálculo.  

Como abrir uma empresa sendo médico autônomo? 

A abertura de empresa para médico autônomo é uma realidade, no entanto, é primordial observar que existem vários tipos de empresas que o médico poderá escolher, após a Lei Complementar nº139/2011, o médico também tem a opção de escolher o EPP.  
 
Para ajudá-lo a entender como funciona o processo de abertura de empresa, veja um pequeno passo a passo abaixo: 

1º Faça o registro de sua empresa  

É necessário obter um contrato social ou Ato Construtivo, não deixe de registrar o documento na Junta Comercial de seu município, procure sua classe competente no caso a CREMESP para concluir o registro de sua empresa.  

2º Procure o cartório de pessoa jurídica  

Para prestar serviços como autônomo com maior credibilidade e segurança, procure o Cartório de Registro de Pessoa Jurídica, tenha em mãos o CNPJ de médico.

3º Maiores chances de ser contratado  

Todo CNPJ ativo deve constar no banco de dados da Receita Federal, com os médicos o procedimento é o mesmo, para conseguir sua inscrição estadual é necessário obter o Documento Básico de Entrada.  

4º Procure a prefeitura para registrar   

Quando o contrato social é liberado, será necessário solicitar o registro da empresa na prefeitura do seu município, a prefeitura deverá emitir o Alvará de Funcionamento e o Sanitário, este segundo é o mais importante para as funções de um médico.  

5º Adquira um certificado digital  

O certificado digital é um serviço extremamente útil, pois permite a emissão de notas fiscais com segurança, este certificado também poderá ser adquirido em escritórios de contabilidade. Dessa forma, a entrega de suas obrigações fiscais estarão em dia.  

Tipos de empresas para médicos  

Quando decidir que é hora de abrir uma empresa, é necessário
entender que existem vários modelos disponíveis para
quem é médico, abaixo, apresentaremos alguns desses modelos: 

Sociedade Simples Pura

Entre médicos com
responsabilidade ilimitada

Sociedade Simples LTDA

Sociedade entre médicos com
responsabilidades limitados ao capital

Sociedade Empresarial LTDA

Entre médicos e profissionais
de outras atividades

SLU 

Empresa Individual de
Responsabilidade Limitada

POR ISSO…

É importante conhecer cada modelo, pois cada uma apresenta um método diferente de tributação, alguns podem ficar mais caros que outros, se você não conhece nenhum dos modelos acima e deseja aprender mais sobre estes modelos, entre em contato com nossa equipe de contadores.  
 
Para os médicos os modelos mais escolhidos são Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real, no Brasil o mais utilizado é o Lucro Presumido, onde a alíquota descontada na saúde é de 32%.  

VOCÊ MÉDICO OU MÉDICA…

deseja abrir a sua empresa e não sabe por onde começar, fale conosco, teremos o maior prazer em ajudá-lo!