investimentos para iniciantes

o Guia definitivo para investir de forma segura e correta

os investidores também precisam cuidar da contabilidade de seus investimentos, para evitar prejuízos e conseguir manter uma margem de lucros. mostraremos a importância de ter uma contabilidade para investidores, dessa forma você poderá investir em um ambiente seguro e 100% confiável.

assista nosso Video sobre esse assunto ! https://youtu.be/YCvknfxpPuc

tudo o que você precisa saber
para não correr Riscos fiscais

para conseguir uma carteira de investimentos de alta performance, é necessário ter muito planejamento e contar com uma equipe de contabilidade confiável para manter os tributos em dia e garantir uma boa lucratividade, veja alguns cuidados para não ter riscos Fiscais :

1° Risco de crédito

o Risco de crédito ocorre quando a Emissora de Titulo não Paga os valores que foram prometidos aos seus clientes, no entanto existem alguns títulos que são cobertos por fundo garantidor de crédito (FGC), Mesmo que tenha esse seguro é importante certificar que realmente a instituição é de confiança.

Faça avaliações e apenas contrate agências que possuem as melhores além disso, é primordial conhecer os serviços que essas agências disponibilizam.

2° Risco de mercado

este tipo de risco se refere á oferta e demanda de mercado, se o ativo sofre uma queda de preço, provavelmente você perderá dinheiro os fatores que levam a esta perda são Muitos abaixo listamos alguns desses fatores

  • Variações do Câmbio;
  • Modificações na política interna e externa;
  • oscilações nos indicadores da economia

para trabalhar neste Mercado com menor Risco é possível investir em renda Variável, afinal, as chances de obter um Prejuízo com este tipo de investimento são ainda menores.

3°Risco de Liquidez

trata-se da dificuldade que algumas pessoas poderão ter na hora de resgatar o valor investido, também se refere á uma facilidade de resgatar um determinado valor que foi investido e que foi investido em dinheiro, também devemos lembrar que existem aplicações com maior ou menor liquidez.

a renda fixa, por exemplo é um tipo de risco de liquidez, logo tem a possibilidade de proporcionar uma liquidez, logo tem a possibilidade de proporcionar uma liquidez diária, reduzindo com isso, as chances de ter, prejuízos com suas finanças

4° Agências de Risco

As Agências de risco fazem análises de relatórios sobre solidez e a segurança de instituições públicas e privadas, quanto mais reputação uma empresa possui perante as Agências, maior será a segurança com relação aos investimentos de uma certa Instituição

na hora de investir, escolha por instituições que apresentam um maior grau de investimento

5°Tempo de carência

prazo de carência é um outro fator que preocupa muitos os Investidores, este Prazo é a diferença entre a data de aplicação e o prazo que está disponível para fazer o Resgate, para não errar é primordial saber fazer um planejamento e verificar onde seu dinheiro será investido

também não esqueça de verificar qual é a política de resgate da agência que você pretende contratar fique atento ao que diz as cláusulas   dos contratos

Quais detalhes compõem a contabilidade para investidores? Confira!

A contabilidade para investidores ajuda a analisar os números com o objetivo de detectar se a empresa está tendo lucro ou prejuízo, abaixo analisaremos quais fatores compõem a contabilidade para o segmento de investimentos:

1º Balanço Patrimonial

Este é o principal relatório de gestão de uma empresa, através desse demonstrativo é possível descobrir a real situação financeira de uma empresa, trata-se de uma fotografia da empresa neste exato momento em que estamos. O BP compreende os seguintes itens: bens, direitos e obrigações.

2º Demonstração do resultado dos exercícios DRE

Se refere à eficiência operacional da empresa, detectamos o lucro ou prejuízo do período que estamos analisando, este relatório tem como mostrar de maneira resumida as operações que uma empresa possui em determinado momento.

A DRE é complementar ao Balanço Patrimonial, a DRE é um norteador para aqueles que desejam investir com maior segurança, com a DRE também é possível detectar se a empresa está tendo um bom volume em suas vendas.

3º Demonstração do fluxo de caixa -DFC

A demonstração do fluxo de caixa está em conjunto com os outros relatórios, este também é importante para os investidores, este relatório também reflete o desempenho financeiro de uma empresa, com base nas informações deste relatório, podemos verificar as movimentações financeiras que ocorreram em determinado período de tempo.

Através deste relatório, há possibilidade de identificar os valores que entraram ou saíram de seu caixa, este tipo de análise ajuda a controlar a vida financeira dos investidores.

4º Demonstrações financeiras

Ao final de cada exercício social, é necessário fazer a divulgação de suas demonstrações financeiras, esta divulgação tem o objetivo de prestar contas aos acionistas e aos demais interessados, nesta demonstração incluímos: acionistas, bancos, investidores, clientes, fornecedores, funcionários, governo e concorrentes.

Quais os tipos de investidores que existem?

Para quem deseja saber como investir na Bolsa de Valores, é necessário ficar atento, pois existem diversos tipos de investimentos, veja quais são os 3 tipos de investidores que podemos encontrar atualmente:

1º Conservador

É aquele investidor que não quer correr riscos e prefere investir em aplicações que são mais seguras, este modelo de investidor não gosta de correr sérios riscos mesmo sabendo se existe a possibilidade de ganhos maiores.

Suas maiores fontes de investimento são as fontes de renda fixa, neste caso podemos listar os seguintes itens abaixo:

  • Títulos do Tesouro Direto;
  • CDBs pré-fixados;
  • LCs;
  • LCIs/LCAs.

Estes tipos de investimentos possuem um retorno mais previsível, o que garante mais segurança para os conservadores.

2º Moderado

É o investidor que tem o costume de correr um pouco mais de risco do que o conservador, no entanto, ainda há uma resistência com relação aos grandes investimentos, assim ele consegue manter a segurança patrimonial, logo decide se arriscar em algumas aplicações.

O moderador busca ter investimentos mais versáteis, que proporcionam retornos de curto e médio prazo, um exemplo prático seria incluir cerca de 20% dos investimentos em ações e os demais valores em CDBs.

3º agressivo

São pessoas que estão em busca de investimentos que apresentam valores mais elevados, neste caso, existe a probabilidade de ter imprevisibilidade além de ocorrer algumas perdas em períodos de curto prazo. Para este perfil de investidor, podemos citar os seguintes tipos de investimentos:

  • ações;
  • fundos de ações;
  • compra e venda do câmbio;
  • fundos imobiliários.

Se o seu perfil é moderado a arrojado, também colocamos nesta lista o investimento Crowdfunding Imobiliário, este modelo apresenta rentabilidade mínima superior ao CDI, a captação de recursos monetários é realizada entre vários investidores. Dessa forma, os investidores conseguem recuperar parte do VGV do empreendimento, antes de optar por um modelo de investimento procure estudar cada um dos perfis que existem e quais são os tipos de investimentos que o mercado disponibiliza.

Quais os tipos de investimentos mais comuns?

Para que a contabilidade para investidores possa ser mais eficaz, é essencial conhecer os tipos de investimentos mais populares no Brasil, veja uma pequena lista que preparamos a seguir:

Negócio foto criado por rawpixel.com – br.freepik.com

1º Caderneta de poupança

Esta modalidade é uma das mais conhecidas e utilizadas no Brasil, existe desde 1861, a rentabilidade mais elevada chegou a 50%, atualmente, este é um dos modelos que menos tem atraído a atenção dos investidores.

Os indicadores não são bons o suficiente, porque não conseguem combater a inflação. O procedimento, no entanto, é simples e até indicado para quem esta iniciando e deseja aprender a investir.

2º Tesouro direto

É possível comprar títulos públicos que são emitidos pelo Governo Federal, logo é necessário ter certo cuidado pois existem diferentes prazos e rentabilidades, por conter um baixo aporte inicial é uma boa opção para começar a montar sua carteira de investimentos.

Se deseja começar com esta modalidade, há necessidade de ter cautela com os seguintes indicadores financeiros Selic e IPCA, também encontramos papéis pré-fixados e pós-fixados, é importante estudar as características de cada um antes de escolher a melhor opção.

3º Certificado de Depósito Bancário (CDB)

É parecido com os títulos públicos, entretanto, os títulos são emitidos por instituições financeiras privadas, o indicador financeiro para o retorno nesta modalidade é o CDI. Existem CDIs que possuem uma liquidez diária, para não ter prejuízo nesta modalidade observe as taxas que são praticadas.

4º Letras de crédito

Para entrar nesta modalidade é necessário ter aportes entre R$ 1 mil até R$ 5 mil, todavia os investimentos Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA) costumam ser seguros e garantem um bom retorno financeiro, se você possui objetivos de médio e longo prazo esta é uma excelente escolha.

Quais os tipos de erros mais comuns em investimentos para iniciantes?

Alguns erros dos iniciantes para investimentos, poderá afetar principalmente a contabilidade para investidores, para ajudá-lo a evitar separamos uma pequena lista abaixo:

1º Investimento não é o mesmo que aposta

Para ter sucesso no mercado da Bolsa de Valores é primordial entender que investimento é totalmente diferente de aposta, para iniciar neste mercado é necessário entender que devemos estudar muito e aprender a cumprir metas extremamente rígidas.

2º Não se lembrar dos riscos

O mercado de investimentos é feito de riscos o tempo inteiro, por isso, além de ter um planejamento rigoroso, é necessário conhecer quais modalidades de investimentos apresentam maior ou menor risco, assim, você saberá que existem metas de ganhos, por outro lado haverá perdas também.

3º Não conhecer o perfil de investidor

Para que a contabilidade para investidor possa ter uma boa produtividade, é imprescindível conhecer quais são as modalidades de investidor que podemos encontrar atualmente. Para que o planejamento possa trazer um resultado eficiente e de longo prazo, é necessário entender que existem vários investimentos e produtos que o mercado disponibiliza.

4º Não conhecer nada sobre investimentos

É um dos motivos que mais levam ao fracasso, para entender por completo como funciona a Bolsa de Valores e o mercado financeiro é preciso estudar, hoje em dia, você encontrará informações e glossários com termos sobre o mercado financeiro diretamente no site da Bolsa de Valores..

5º Pensar apenas em prazos curtos

Não podemos nos esquecer que a Bolsa de Valores trabalha com vários tipos de prazos, por isso, ressaltamos a importância de ter um planejamento para não ter perda de dinheiro, para isso, conte com o apoio de nossa equipe para auxiliar em sua contabilidade..

Quais cuidados devemos ter com investimentos?

Antes de começar a investir e contar com o apoio de uma equipe de contabilidade para investidores, além de planejar e estudar sobre este mercado, também é necessário ter alguns cuidados abaixo, confira:

1º Descubra qual é o seu perfil de investidor

Já mostramos aqui no artigo, os 3 perfis de investidores mais comuns, é necessário que você estude sobre estes perfis para começar no setor de investimento com mais segurança. Cada modelo que existe, proporciona riscos e prazos sobre o retorno do valor que foi investido inicialmente.

2º Determine seus objetivos

Quando começar a investir é necessário ter um propósito bem estabelecido, o investimento poderá ter objetivos como por exemplo, uma viagem, comprar um carro, pagar a faculdade, e assim por diante. Caso haja dúvidas com a escolha dos objetivos, conte com nossa equipe para que possamos orientá-los com mais clareza.

3º Estude sobre os tipos de aplicações

Cada aplicação possui suas características de retorno financeiro, que poderão ser de curto, médio e longo prazo, para evitar riscos muito altos e por consequência prejuízos financeiros irreversíveis, é fundamental conhecer cada uma das modalidades que existem na atualidade.

4º Não concentre seu dinheiro em apenas uma modalidade

Ter apenas uma modalidade de investimento não é garantia de bons lucros, mesmo para aqueles que ainda estão iniciando, tenha um equilíbrio em suas aplicações para garantir uma maior estabilidade financeira, peça ao seu contador para que o mesmo possa realizar o acompanhamento de seus ganhos e prejuízos.

Assim, com planejamento será possível ter um sucesso em investimentos de longo e médio prazo, com o passar do tempo através dos conhecimentos adquiridos você também poderá ganhar outra renda ensinando outras pessoas que não sabem investir.

Invista com a Alves e Ribeiro

Faça a regularização dos seus investimentos com a Alves e Ribeiro e gaste menos tempo se preocupando com declarações e tenha mais tempo para investir! Vem para a Alves e cuide de seus investimentos conosco!

fale conosco

image by freepiik